Por que sua empresa precisa ter e executar seu Planejamento Estratégico

Por que sua empresa precisa ter e executar seu Planejamento Estratégico


Escrito por Jonathan Boilesen em 7 de julho de 2020 às 18:21 | 390 visualizações


Se podemos traduzir a Era da Informação em uma única expressão ela provavelmente passaria pela noção de excesso de informação. Em conjunto com este excesso, vivemos também em um período de incertezas e mudanças constantes, tanto tecnológicas como comportamentais, o que faz com que o ato de planejar e construir o futuro se torne ainda mais desafiador.

Embora isso sirva como base e justificativa para muitos argumentarem contra o Planejamento Estratégico, a questão a ser endereçada não seria fazer ou não fazer um, mas sim, em como fazer um.

Planejamentos muito longos - de 5 anos ou mais - realmente se mostram bastante ineficazes e descolados da realidade dada a volatilidade de nossos tempos. Além disso, não basta mais apenas planejar e seguir um plano fixamente uma vez que nosso contexto, nossas premissas e aprendizados mudarão conforme a execução, tendo assim mais e mais razões para atualizarmos a forma de se fazer e executar um Planejamento Estratégico.

Agora, feita essa atualização, quais são os benefícios e vantagens em se fazer e executar seu Planejamento Estratégico? Aqui estão eles.

Alinhamento entre sócios, executivos e equipe

Executivos e empresários vivenciam na pele o peso da politicagem causada pela falta de sinceridade e alinhamento entre seus sócios, executivos e sua equipe. Esse é um problema recorrente em empresas - familiares ou não - de todos os portes e tamanhos e a melhor forma de solucionar esta situação é através de um Planejamento Estratégico.

Isso se deve ao fato do Planejamento Estratégico levantar e alinhar agendas, sonhos e interesses entre todos os envolvidos, através de sua convergência e intersecção, transformando estes em objetivos institucionais subjetivos (missão, visão e valores) e concretos (participação societária, investimentos, salários, retiradas de dividendos, etc.).

Desta forma, todos desenvolvem com clareza as razões pelas quais participam de tal empreitada conjunta, reduzindo o atrito e a dificuldade em tomar decisões conjuntas.

Reduzir o tempo para tomada de decisão

Em todo Planejamento Estratégico busca-se definir diretrizes de execução com base nos interesses institucionais, ou seja, com base nos interesses de todos os sócios e executivos diretores da instituição. Assim, quando existe a necessidade no dia-a-dia para se tomar alguma decisão, basta revisitar o Planejamento Estratégico e suas definições para compreender o que já está decidido: reduzindo assim drasticamente tanto o tempo quanto o esforço mental para se tomar decisões.

E é claro: caso o Planejamento Estratégico não tenha nenhuma definição quanto algum caso específico em particular, basta atualizar o Planejamento e comunicar esta atualização entre todos os envolvidos. Isso reduz o esforço de compartilhar aprendizados e conhecimentos entre toda a equipe.

Direcionar e orientar toda a empresa sobre o que realmente importa

Empresas que não têm um Planejamento Estratégico possuem dificuldade em delegar. Isso acontece pois toda a equipe se sente confusa ou insegura quanto ao que deve ou não ser feito, acionando sempre sócios e executivos para tomar decisões - até mesmo sobre assuntos quase triviais.

Por esta razão, o Planejamento Estratégico direciona e orienta o foco da empresa como um todo de modo a empoderar todos os colaboradores quanto ao que devem fazer, quando devem fazer e quais resultados de suas ações são realmente importantes.

Tornar a comunicação mais assertiva e orientada a resultados

Como citado acima, boa parte dos problemas relacionados a delegação de tarefas e funções se dá devido a falta de um Planejamento Estratégico, afinal, como é possível comunicar o foco e os objetivos da empresa se não se tem clareza sobre eles?

A clareza quanto a Objetivos e Metas criada pelo Planejamento Estratégico reduz o esforço e a dificuldade de comunicação entre toda a empresa, orientando todos em função dos resultados esperados por ela - reduzindo, assim, o espaço para especulações e adivinhações - fazendo com que todos se comuniquem de forma mais assertiva em função do que devem realizar em conjunto.

Gerenciar recursos de maneira eficaz e eficiente

Sim, contar estoque é chato mas mais chato ainda é vender algo com prejuízo e depois ter dificuldade em entregar. Para empresas que não possuem um Planejamento Estratégico, essa é uma situação recorrente - tão recorrente como não saber se haverá dinheiro o suficiente no caixa para pagar todas as contas em dia. Isso se deve ao fato de não haver clareza e compreensão quanto a quais são - e em que quantidade são - os recursos da empresa.

Todo Planejamento Estratégico busca identificar, mensurar e avaliar todos os tipos de recurso de uma empresa fazendo com que incertezas sejam reduzidas e riscos sejam mitigados, criando ações pontuais e processos específicos nesse sentido e ao mesmo tempo orientando a utilização destes recursos para a realização de campanhas, projetos, compras e contratações.

Ter clareza de metas e objetivos institucionais

Quais metas sua empresa busca atingir? Quais objetivos busca realizar? Se estas respostas não são claras para os sócios-executivos, serão menos ainda para toda a empresa, causando demora na tomada de decisão, centralização e dificuldade em delegar tarefas e funções, dificuldade em implantar e cumprir processos, confusão e falta de motivação da equipe e muitos outros problemas.

Portanto, para solucionar estas e outras dificuldades, todo Planejamento Estratégico define metas e objetivos claros, tangíveis e mensuráveis a serem cumpridos por todos: para que toda a equipe possa, de maneira coordenada, realizar ações para cumprir com suas metas e alcançar seus objetivos.

Não viver mais de apagar incêndios

Viver de apagar incêndios é consequência direta de não possuir clareza e definição sobre o que e como deve ser realizado - sem falar da falta de aprendizado e compartilhamento de conhecimento contínuo da instituição como um todo. Isso acontece pois a falta de direcionamento permite que problemas e situações corriqueiras sejam tratadas sempre de forma reativa e não pro-ativa, ou seja: problemas com clientes, fornecedores e parceiros sempre se repetem sem nunca haver a definição e implantação de processos e protocolos - que, ou evitariam estes problemas de se repetirem, ou definiriam de antemão como tratá-los -, deixando com que seus impactos sempre voltem a acontecer e a consumir tempo e esforço de toda equipe e também de sócios diretores.

Por este motivo as diretrizes estabelecidas em seu Planejamento Estratégico direcionam e orientam toda a equipe em como criar, implantar e manter processos, além de como comunicá-los e compartilhá-los entre todos os envolvidos, evitando problemas de se repetirem e criando soluções pro-ativas: tirando sócios e executivos da "gestão de incêndios" e deixando-os livres para fazerem o que mais importa, ou seja, executarem projetos e ações estratégicas para a empresa.

Saber todo dia exatamente o que fazer e quando fazer

Não existe nenhuma sensação melhor do que poder esquecer do trabalho ao ir para casa e, ao voltar descansado no dia seguinte, saber exatamente o que precisa ser realizado e entregue para a "missão do dia" estar cumprida. Esse sentimento só existe em empresas que possuem e executam um Planejamento Estratégico, que torna esse sentimento em um clima geral em sua empresa, tendo projetos, ações e prazos sendo cumpridos e realizados por toda equipe sem a necessidade da micro-gestão.

Ou seja, se sócios, executivos e colaboradores têm dificuldade em equilibrar sua vida pessoal com seu trabalho, está aí um indicador de que sua empresa precisa urgentemente realizar um Planejamento Estratégico.

Manter sua equipe motivada e produtiva

Ficar mudando o direcionamento da equipe a todo momento causa desgaste tanto para o gestor quanto para quem é gestionado. Além disso, ninguém gosta de retrabalho e muito menos de ficar trocando de tarefas sempre deixando trabalho pela metade e por fazer: todos querem ter propósito e razão no que fazem e no que investem seu tempo.

Por isso executar seu Planejamento Estratégico em conjunto com sua equipe reduz a necessidade de micro-gestão e ajuda na noção de caminho e de "fazer parte de um todo", dando sentido e criando o sentimento de coordenação, organização e realização em todas as tarefas de todos os envolvidos, evitando desperdícios de esforço e motivando a equipe a cada nova realização conjunta.

Bônus: trabalho remoto funcional, produtivo e fluído

A base de um bom trabalho remoto está na gestão eficaz, na comunicação assertiva e no direcionamento correto de colaboradores e equipes. Assim, toda empresa que possui um bom Planejamento Estratégico tem todos os fatores necessários para que sua equipe consiga trabalhar remotamente de maneira simples, eficiente e eficaz, uma vez que todos sabem quais são suas tarefas e atribuições assim como quais são suas ferramentas e recursos para alcançar suas metas e objetivos.

Agora que temos como base quais são as razões para se fazer e executar um Planejamento Estratégico, não perca a oportunidade de participar de nosso Workshop Online Planejamento Estratégico Ágil para Executivos e Empresários, que irá ocorrer no dia 25/07 (sábado), das 9:00 às 17:00. Neste evento vamos compartilhar nossa metodologia de Planejamento Estratégico Ágil (PEA) e auxiliar os participantes na realização de seu próprio PEA para suas empresas e equipes.

--

Agora que você sabe os "porquês" de se fazer e executar um Planejamento Estratégico, gostaria de deixar uma pergunta: quais são as maiores dificuldades que você e sua equipe enfrentam para fazer o seu e realizar suas metas e objetivos? Deixe aqui nos comentários ou participe de nossa comunidade para conversar sobre essa e outras questões com outros executivos e empresários.

Finalmente, agradeço por seu tempo e sua leitura e espero ter auxiliado em sua jornada.

Jonathan Boilesen

Jonathan Boilesen

Técnico em Informática pelo COTIL/UNICAMP e Bacharel em Ciência da Computação pela Unicamp com certificados de estudos em Sistemas de Informação e Engenharia de Software, começou aos 12 anos a trabalhar como autônomo em administração de redes e suporte a usuários e, em 2009 - aos 19 anos-, abriu sua primeira empresa de Marketing Digital. Desenvolveu aplicativos e sistemas em Data Mining, Data Science e Business Intelligence, criando soluções estratégicas por empresas onde passou e sendo premiado como colaborador de destaque no Instituto de Pesquisas Eldorado pela criação de uma ferramenta de automação de análise de dados e no Google Summer of Code 2014 pela criação de uma ferramenta de visualização em grafos de linguagens de expressão biológica. Apaixonado por sociologia, filosofia e economia e indignado com distância entre a teoria e a prática da administração de empresas e da gestão de projetos de base tecnológica, hoje atua ajudando e capacitando executivos e empresários em planejamento e gestão estratégica, inteligência de negócios e inovação, utilizando metodologias ágeis.


Destaques

E-Book Planejamento Estratégico Ágil

E-Book: Planejamento Estratégico Ágil - Guia prático de aplicação de Metodologias Ágeis à Administração de Empresas

Aplicável tanto em startups quanto em grandes empresas, a Administração Ágil é uma maneira prática, sustentável e assertiva para empresários e executivos alcançarem melhores resultados, tornando suas empresas adaptáveis e inovadoras, trilhando o caminho da transformação digital na prática.



Veja Também

Imagem do Post 5 regras essenciais para uma boa negociação

5 regras essenciais para uma boa negociação

Negociações estão presentes no dia-a-dia de todos nós mas, você sabe quais são os princípios essenciais para uma negociação de sucesso? Clique aqui e descubra!

Boilesen - Back In Black

Boilesen - Crise, Superação e Lições Aprendidas

Estamos de volta para compartilhar nossa visão e nossos aprendizados acerca de crises e superação.

Comemoração de 5 anos

Há 5 anos transformando a sociedade através do empreendedorismo e da inovação - Parte 1

Todas as vezes que escrevi a respeito da história da Boilesen, dediquei minha escrita para compartilhar a história do meu contexto familiar, social e econômico. Desta vez, vou contar a minha visão e participação na construção da Boilesen.


Participe da nossa comunidade!

Em nossa comunidade conectamos executivos, empresários e especialistas para trocar conhecimentos, informações, notícias e ideias sobre Tecnologia, Gestão e Estratégia de Negócios.

VAMOS NESSA!

Inscreva-se em nossa lista de e-mails

Receba gratuitamente nossos materiais e nossas atualizações diretamente em seu e-mail!

Fique tranquilo, nós nunca enviamos SPAM